loading...

DevOps, o que não te contam!

dgoscn profile image Diego Amaral Updated on ・6 min read

A ideia desse post não é ser clickbait, muito menos afrontar colegas de profissão que difunem conhecimento em seus blogs pessoais. Tudo parte de um ponto de vista meu e de alguns parceiros, e queria externar isso para uma quantidade maior de pessoas como também amadurecer ideias.

Sem muita enrolação, acredito que hoje eu observo um certo monopólio por parte da palavra DevOps para alguns fins e sua repercussão, principalmente no eixo SãoPaulo/Rio.
Infelizmente ou felizmente, acaba ganhando muita voz quem se encontra nessas localidades, embora, hoje o cenário já esteja mudando, pois a recente onda de home office deu mais força a pessoas de outras localidades.

POLÊMICA: O que vejo muito, é, papagaio com microfone e câmera, metido a locutor e com a medíocre fantasia de "meritrocracia". Isso é muito ruim pra qualquer profissão. Principalmente considerando o fato de existirem pessoas pertencentes a determinadas classes privilegiadas que utilizam esse privilégio subterfúgio para crescer e fazer isso sem dar oportunidade à outros, publicando artigos, vídeos e argumentos como verdades genuínas que não mereciam nunca serem vistas.

Não quero entrar em detalhes mais intrínsecos.

Dito isso, longe de criticar quem está produzindo há anos e gerando engajamento e mudança na vida de diversas pessoas, muitas das quais já tive o prazer de conhecer e trocar papo presencialmente em alguns eventos em São Paulo capital.
Creio que é necessário que tais pessoas que se identificam com algo dito nas pequenas frases citadas acima, reconheçam que o espaço de voz atual não é garantia de uma perpetuação positiva no futuro.

Quase lá

Espero que agora fique claro um pouco da frustração que compartilho com alguns amigos em relação àqueles que a "dominam" as redes com o tema DevOps e relacionados no Brasil.

O Brasil é um celeiro de profissionais excelentes, que em sua maioria; não estão, não moram, e nunca sequer estiveram em São Paulo. No Nordeste, Norte, Centro-Oeste & Sul existem os melhores profissionais que já tive a honra e sorte de trabalhar, muito longe dos holofotes paulistanos. Esse pessoal, possui um nível elevado de denegação sobre o que é exposto na rede sem nenhum filtro de qualidade ou revisão. O que se resume em pessoas difundindo definições em relação à DevOps como verdades universais. O que na verdade geralmente não passa de uma verdade irreal provida de uma base muito fraca, se não nula e disseminada como absoluta ou até mesmo um argumento "irrefutável" usando o estilo Boça de se comunicar, gerando um conteúdo medíocre, e o pior, levando muita gente a acreditar nisso.

Realidade

Bom, caindo para o mercado de trabalho, vemos que as pessoas se apegam nessa farsa de que pregam que DevOps é super fácil, e basta mixar Desenvolvimento com Operacional. E também se você tiver só um ou outro já está mais que apto para ser um DevOps Professional ou até mesmo com alguns poucos tutoriais, sem contar também os mais ousados, ditos como: o famoso Cloud Specialist, que é o ser que não tem nenhuma característica de especialista, fez um MBA fuleiro e difunde isso nos seus portfólios virtuais.

Não é só Linux

Embora tudo se resuma a um terminal, existem muitos processos que envolvem um certo amadurecimento que não basta só dar um cat, ls e um apt install (debian based)

É obrigatório sim você saber pelo menos o básico que tem por trás de comandos usados por você no seu terminal emulado do Linux no Windows (Sim, eu sei que é possível rodar nativamente o Linux no Windows)

Não vou listar o que você precisa ou não saber, já tem vídeo, blog e o escambau a quatro falando sobre isso.

Certificado de ouvinte não adianta

Vejo muitos colegas se esforçando para poder entrar na bolha publicando certificados de ouvintes de cursos particulares, e de plataformas acadêmicas. Pessoal, por favor, espero que todos que estejam lendo isso sejam maduros e entendam: Assistir aula não é garantia de aprendizado. Embora sim, existam pessoas que só bastam ouvir e ver somente uma vez para que consigam se sobressair em uma determinada situação em que necessitam usar o conhecimento.
Uma dica, pratiquem, publique em um GitHub, nem que seja só um arquivo, demonstre afinco, interesse, faça rascunho, grite, arranhe. Se não poder fazer isso via internet, faça no seu dia a dia com seus colegas de trabalho, ou, não faça nada. Ninguém é obrigado a nada, só não vale se escorar em um conteúdo que alguém ralou para preparar e usar de deleite para você lucrar com isso.

Nas últimas empresas que trabalhei, tive a chance de entrevistar vários candidatos e a quantidade de ouvintes de cursos que vi adicionado nos CV's não estava escrito. Como falei anteriormente, nada contra, mas quando questionado sobre assuntos simples que envolviam aquela determinada "aula" que certificava, muitos tinham dificuldades em responder, ou até mesmo era claro ver a mentira nas falas. Acredito que antes de tudo, você precisa acreditar em você. Se você acredita na sua pessoa, no seu potencial, é possível sim galgar e não é vergonha estar ""atrás"" em algum conhecimento de alguns colegas, tanto que o mundo de Tecnologia da Informação é um outro mundo e é impossível dominar tudo.

Não se frustem, não desistam, apenas sejam realistas e se apeguem a coisas que trazem sim a esperança para vocês. Se você prefere acreditar cegamente em tudo que vê nos vídeos, nas aulas e nos blogs e isso te faz bem, quem sou eu pra dizer que não?

Só certificado não adianta

Voltando para o certificado de conclusão ou de garantia que sabe determinada tecnologia, isso não vai garantir que você é um bom profissional e saberá resolver os problemas que surgem relacionados no seu dia a dia. Seja humano, empático e humilde sempre disposto a ajudar. Por mais que você saiba muito, nunca seja desumano.

O que não te contam

O aprendizado é constante, todo dia você tem que estar se reinventando e buscando novas abordagens de aprendizado. Também tem períodos em, que você goza desse tempo gasto nos estudos.
Use o tempo livre para ser livre. Não se martirize. Faça o que você bem quiser e acredita que é o melhor de viver. Vá no seu ritmo. Faça um detox de LinkedIn, evite pessoas que publicam vitórias dizendo "Essa foi fácil".
Fuja de falastrões. Não caia na lábia de sotaque bonito. Não existe sotaque bonito. Isso é um fenômeno que no Nordeste é muito forte. Se você for de São Paulo e for palestrar, as pessoas vão te dar mais visão só porque você é de fora, sendo que na maioria dos casos, são um monte de lixo aberto falando.

Não quero aqui ditar nada, só compartilhando o que vivo e tento aplicar no meu cotidiano.

Tudo requer esforço

Não existe caminho mágico. Tudo envolve dedicação, labuta, desprendimento, priorização, ajuda e acreditar em si. Não sou coach, não sou youtuber, nem blogueiro nem nada. Só quero que mais pessoas e mais profissionais reconheçam quem são e não vivam sua carreira profissional baseada na do outro.

Se aquela pessoa que você admira está onde está, ela tem os seus próprios motivos, só ela sabe o que passou e ainda passa. Sejam críticos, analíticos e se desenvolvam usando sempre esses pontos. Sem dúvidas, te tornarás um profissional muito mais valioso.

Não estou ditando regra, só usando a lógica

Como citado, não estou aqui para listar o que você deve ou não fazer, como migrar, ou se deve entrar para o mundo DevOps. Não sei se sair do Operacional/SysAdmin é mais fácil que o mundo de Developer, ou se DevOps é uma profissão.
Isso não cabe a mim!
A área DevOps é sim uma área muito desafiadora e uma área que particularmente gosto de trabalhar. Requer muito esforço algumas vezes, mas nas outras, não requer quase nada.

Deixo apenas a reflexão para as pessoas mais humildes e simples, que apenas estão desejando migrar de carreira ou melhorar de vida, dado que o mercado está muito bem aquecido e cheio de oportunidades.

E sim, não te contam isso quando falam de DevOps

Posted on by:

dgoscn profile

Diego Amaral

@dgoscn

Minhas opiniões são minhas opiniões e não refletem na empresa que trabalho.

Discussion

pic
Editor guide