DEV Community

loading...
Cover image for Capturando e animando elementos quando saem e entram na tela (viewport)

Capturando e animando elementos quando saem e entram na tela (viewport)

williammago profile image William Gonçalves ・5 min read

Como testar se um elemento está no viewport?

Existem muitas formas de se fazer isso, utilizando JavaScript. Essa funcionalidade pode ser útil para animar elementos que se tornam visíveis para o usuário, quando entram no viewport, otimizando a experiência e aumentando a imersão da sua aplicação.

Nesse tutorial, não vou focar na questão das animações, porque entendo que é um tópico muito particular, tanto do desenvolvedor, como do projeto.

A ideia é mostrar uma alternativa simples e fácil de ser implementada, para que você consiga capturar a posição de um elemento e animá-lo, seja na entrada ou na saída da janela.


Começamos pela estrutura básica (index.html). Utilizaremos um conjunto de 6 imagens aleatórias, através de uma API do Unsplash. Essas imagens serão animadas em duas situações: quando "saírem" para cima ou para baixo da área visível da janela, do viewport.

<!DOCTYPE html>
<html lang="pt-br">
<head>
  <meta charset="UTF-8">
  <meta name="viewport" content="width=device-width, initial-scale=1.0">
  <link rel="stylesheet" href="style.css">
  <title>Document</title>
</head>
<body>
  <img src="https://source.unsplash.com/random" class="image" alt="">
  <img src="https://source.unsplash.com/random" class="image" alt="">
  <img src="https://source.unsplash.com/random" class="image" alt="">
  <img src="https://source.unsplash.com/random" class="image" alt="">
  <img src="https://source.unsplash.com/random" class="image" alt="">
  <img src="https://source.unsplash.com/random" class="image" alt="">
  <script src="script.js"></script>
</body>
</html>
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Em seguida, adicionaremos estilos no style.css que são apenas demonstrativos, para o body e as imagens:

body {
  padding: 10rem 5rem;

  display: flex;
  flex-direction: column;
  align-items: center;
  justify-content: flex-start;
  gap: 10rem;

  background: #121212;
  overflow-x: hidden;
}

img {
  width: 100%;
  max-width: 600px;
  height: 400px;
  object-fit: cover;

  transition: 0.5s;
}
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Por último, ainda nos estilos, criaremos duas classes que serão aplicadas nas duas saídas possíveis do viewport:

  • .is-down, que será aplicada quando o elemento estiver abaixo da área visível
  • .is-up, que será aplicada quando o elemento estiver acima da área visível

Lembrando que as propriedades utilizadas aqui são apenas para efeito de demonstração. Sinta-se a vontade para criar suas próprias transições, dentro do resultado esperado.

.is-down {
  transform: translateX(25%);
  opacity: 0;
}

.is-up {
  transform: translateX(-25%);
  opacity: 0;
}
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Capture e anime!

Já no script.js, vamos começar capturando nossa lista de imagens, utilizando o método querySelectorAll, que vai retornar uma lista com todas as imagens que têm a classe image:

const images = document.querySelectorAll(".image");
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Em seguida, capturamos a altura da janela. Como queremos animar as imagens saindo acima e abaixo da área visível, saber a altura do viewport é fundamental para descobrir se um elemento está, ou não, na área visível para o usuário:

let windowHeight = window.innerHeight;
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Criaremos uma função para animar as imagens. Ela vai utilizar o método forEach para percorrer a lista de imagens e aplicar as alterações necessárias.

Para cada imagem da lista, vamos criar uma variável chamada bounding a qual será atribuída o objeto DOMRect, retornado do método getBoundingClientRect().

Esse objeto conta com as dimensões do elemento, bem como com suas coordenadas em relação ao viewport. O código a seguir mostra um exemplo da estrutura desse objeto. Ele não fará parte do nosso exemplo.

Os valores das propriedades estão em pixels.

{
  bottom: -413.316650390625,
  height: 400,
  left: 491.5,
  right: 1091.5,
  top: -813.316650390625,
  width: 600,
  x: 491.5,
  y: -813.316650390625
}
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

A partir dessas coordenadas, que serão atribuídas a variável bounding, podemos definir se um objeto está dentro da área visível, partindo do seguinte raciocínio:

Como o eixo Y da página começa no topo, essa posição é igual a 0. A base da página será igual a altura que foi atribuída a variável windowHeight.

Se bounding.bottom, a base da imagem, for maior que windowHeight, a imagem não está dentro do viewport, mas abaixo da área visível, total ou parcialmente.

Se bounding.top, o topo da imagem, for menor que 0, a imagem não está dentro do viewport, mas acima da área visível, total ou parcialmente.

A partir daí, aplicamos as classes correspondentes. E caso nenhuma das lógicas seja verdadeira, removemos as classes da imagem, para que ela tenha sua aparência padrão, estando visível.

function animateImages() {
  images.forEach((image) => {
    let bounding = image.getBoundingClientRect();
    console.log(bounding);
    if (bounding.bottom > windowHeight) {
      image.classList.add("is-down");
    } else if (bounding.top < 0) {
      image.classList.add("is-up");
    } else {
      image.classList.remove("is-up");
      image.classList.remove("is-down");
    }
  });
}
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

E como queremos que esse efeito seja aplicado durante a rolagem da página, adicionamos um listener que vai capturar o scroll e executar a função animateImages().

document.addEventListener("scroll", function () {
  animateImages();
  document.removeEventListener("scroll", this);
});
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Além disso, incluímos um listener que vai capturar o redimensionamento da janela, atribuindo a nova altura a variável windowHeight.

window.addEventListener("resize", function () {
  windowHeight = window.innerHeight;
  window.removeEventListener("resize", this);
});
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

E para que a aplicação já adicione as classes as imagens que não estão visíveis para o usuário, executamos a animateImages(), assim que a aplicação é iniciada.

animateImages();
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

Você pode ver a demonstração aqui


E como costumo dizer, aqui é só o ponto de partida.

Você pode explorar outras possibilidades, com o DOMRect do getBoundingClientRect().

Só pra deixar um outro cenário possível nesse exemplo, se você quiser que um elemento só passe por uma transição quando ele estiver totalmente fora do viewport, você pode mudar as condicionais para quando o bounding.bottom (base do elemento) for menor que 0 (saiu totalmente, acima), ou o bounding.top (topo do elemento) for maior que windowHeight (saiu totalmente, abaixo).

Você ainda pode adicionar áreas seguras para que seu elemento continue visível enquanto necessário. Pode aplicar as classes quando ele estiver a, por exemplo, 10% do fim da tela, acima ou abaixo.

Possibilidades infinitas que vão depender do que você pretende fazer com seus elementos.


Se você curtiu esse conteúdo, compartilhe com outras pessoas e ajude a espalhar a palavra do Mago!


Você pode me acompanhar nas minhas redes sociais:

Instagram
GitHub
LinkedIn
Rocketseat
YouTube

E conhecer mais sobre mim e meu trabalho no meu site:

mago.link


Nos vemos na próxima mágica! 🧙‍♂️

Discussion (0)

pic
Editor guide