DEV Community 👩‍💻👨‍💻

Janderson Constantino
Janderson Constantino

Posted on

Testando queries graphQL

Introdução

Sabemos que o graphQL mudou a forma que trabalhamos com requisições no front-end, mas além de sabermos utilizar a biblioteca
para realizar as requisições, também precisamos garantir a qualidade do código escrito, qual a melhor forma de realizar isso? Fazendo testes!

Pacotes utilizados nesse exemplo

Primeiramente eu aconselho a criar um projeto novo para entender o conceito antes de aplicar em um projeto real.
Podemos utilizar o create-react-app para iniciar o projeto.
Para esse exemplo precisaremos de algumas libs. Então vamos adiciona-las.

  yarn add @testing-library/react apollo-boost @apollo/react-hooks graphql @apollo/react-testing

Componente Users.js

Teremos um componente React bem simples, que possui um input de filtro e a tabela de usuários onde serão
carregados os dados do request que faremos ao graphQL. Para esse exemplo a consulta retorna apenas dois campos: id e name.

Verificar que exporto a query pois utilizaremos a mesma no arquivo de teste.

import React, { useState, useCallback } from 'react'
import { useQuery } from '@apollo/react-hooks'
import gql from 'graphql-tag'

export const query = gql`
 query Users($description: String) {
   users(description: $description) {
    items {
      id
      name
    }
   }
 }
`

function Users() {
  const [description, setDescription] = useState('');
  const { data, loading } = useQuery(query, {
    variables: { description }
  })
  const users = useCallback(data?.users?.items || [], [data]);

  return (
    <>
      <input
        type="text"
        data-testid="input-filter-id"
        value={description}
        onChange={e => setDescription(e.target.value)}
      />
      {loading && (
        <h3>is loading...</h3>
      )}

      {users.length > 0 && (
        <table border="1" data-testid="table-user">
          <thead>
            <tr>
              <td>Id</td>
              <td>Name</td>
            </tr>
          </thead>
          <tbody>
            {users.map(user => (
              <tr key={user.id} data-testid={`table-user-tr-${user.id}`}>
                <td>{user.id}</td>
                <td>{user.name}</td>
              </tr>
            ))}
          </tbody>
        </table>
      )}
    </>
  )
}

export default Users

Vamos começar com os testes

Mocked Provider

Quando fazemos teste unitário, não há integração com o servidor,
logo, não é possível utilizar o apollo provider
(que é utilizado para determinar o servidor que o graphQL vai se conectar e outras configurações, como cache, por ex).
A principal propriedade desse provider que utilizaremos é a mocks, onde passamos um array de objetos de mock que possuem duas propriedades: request e result.

  • Request: definimos a query e os parâmetros que serão recebimos no mock;
  • Result: O resultado que será retornado para o request, podendo ser um dado válido ou um erro, mas nesse momento nos concentraremos apenas na situação com dados válidos.

Vamos a um exemplo simples de um mock em graphQL

import gql from 'graphql-tag'

// Query que irei mockar um resultado
const queryUser = gql`
  query UsersFetcher($description: String!) {
    users(description: $description) {
      items {
        id
        name
      }
    }
  }
`

const mocks = [
  {
    request: {
      query: queryUser, // query
      variables: { description: '' } // variáveis (parâmetros da query)
    },
    result: { // Pode ser um object, uma função ou um erro
      data: {
        users: {
          items: [
            { id: 1, name: 'Marcelino' }
          ]
        }
      }
    }
  }
]

Esse mock será chamado, quando a query queryUser for chamada passando o parâmetro description como uma string vazia,
caso contrário, esse mock não será executado.

Teste 01 - Se o loading está ativo

Vamos ao nosso primeiro caso de teste do arquivo Users.js.

Sempre que o componente é renderizado, o hook useQuery realiza o request para o graphQL, porém sabemos que requisições
são assíncronas. o hook esporta uma propriedade chamada loading que nos informa quando a requisição está em processamento.
Então vamos fazer um teste para que quando o componente seja renderizado e o request ainda não tenha sido finalizado seja exibido o texto
"is loading..." conforme o arquivo Users.js.

import React from 'react'
import { render } from '@testing-library/react'
import { MockedProvider } from '@apollo/react-testing'

import Users, { query } from './Users'

describe('Tests Users', () => {
  it('should render loading text when fetching', () => {
    const { queryAllByText } = renderComponents();

    const countLoading = queryAllByText('is loading...')
    expect(countLoading).toHaveLength(1)
  })
})

const defaultMocks = [
  {
    request: {
      query,
      variables: { description: '' }
    },
    result: {
      data: {
        users: {
          items: [
            { id: 1, name: 'Michael Douglas' }
          ]
        }
      }
    }
  }
]

const renderComponents = (mocks = defaultMocks) => {
  return render(
    <MockedProvider addTypename={false} mocks={mocks}>
      <Users />
    </MockedProvider>
  )
}

Verifique que passamos um mock válido,
porém não esperamos a requisição ser concluída pois esse caso de teste tinha a finalidade de validar
se o loading está aparecendo, e conseguimos concluir com sucesso.

Teste 02 - Verificar se o item está sendo renderizado ao concluir o request

Agora nós vamos testar se, quando passamos a variable description como string vazia a data retornada é renderizada.
para isso utilizaremos um método assíncrono do React Testing Library chamado waitFor, e dentro dele passaremos o que esperamos que aconteça.

import React from 'react'
import { render, fireEvent, waitFor } from '@testing-library/react'
import { MockedProvider } from '@apollo/react-testing'

import Users, { query } from './Users'

describe('Tests Users', () => {
  it('should render results of query', async () => {
    const { getByTestId } = renderComponents();

    await waitFor(() => {
      const tableItem = getByTestId('table-user-tr-1')
      const children = tableItem.querySelectorAll('td')

      expect(children[0].innerHTML).toEqual('1')
      expect(children[1].innerHTML).toEqual('Michael Douglas')
    })
  })
})

const defaultMocks = [
  {
    request: {
      query,
      variables: { description: '' }
    },
    result: {
      data: {
        users: {
          items: [
            { id: 1, name: 'Michael Douglas' }
          ]
        }
      }
    }
  }
]

const renderComponents = (mocks = defaultMocks) => {
  return render(
    <MockedProvider addTypename={false} mocks={mocks}>
      <Users />
    </MockedProvider>
  )
}

Vejam que estou pegando o componente tr pelo data-testid, que é uma propriedade utilizada pela lib de teste.
Após pegarmos o tr, eu leio o que está dentro de cada td e valido se é o que eu passei no result do mock.

Teste 03 - Quando muda o filtro, deve filtrar de acordo com o texto

Nesse caso de teste, utilizaremos o input filter que criamos e associamos a variável description do graphQL.
Iremos criar um mock que na propriedade request.variables.description possua o texto 'Julia' e a data que será retornada por esse mock será diferente do anterior. Vamos ao caso de teste.

import React from 'react'
import { render, fireEvent, waitFor } from '@testing-library/react'
import { MockedProvider } from '@apollo/react-testing'

import Users, { query } from './Users'

describe('Tests Users', () => {
  it('should filter results using input filter', async () => {
    const event = { target: { value: 'Julia' } }

    const { getByTestId } = renderComponents();

    const input = getByTestId('input-filter-id')
    fireEvent.change(input, event) // primeiro executamos o change do input para o valor 'Julia'

    await waitFor(() => { // Esperamos o assert assíncrono
      let tableItem
      let children

      // Aqui lemos o nosso primeiro tr e os valores conforma passamos no
      // mock
      tableItem = getByTestId('table-user-tr-2')
      children = tableItem.querySelectorAll('td')

      expect(children[0].innerHTML).toEqual('2')
      expect(children[1].innerHTML).toEqual('Julia Roberts')

      // Depois lemos o segundo registro para ter certeza que está pegando os valores corretamente
      // de cada item do array
      tableItem = getByTestId('table-user-tr-3')
      children = tableItem.querySelectorAll('td')

      expect(children[0].innerHTML).toEqual('3')
      expect(children[1].innerHTML).toEqual('Julia Stiles')
    })
  })
})

const defaultMocks = [
  {
    request: {
      query,
      variables: { description: 'Julia' }
    },
    result: {
      data: {
        users: {
          items: [
            { id: 2, name: 'Julia Roberts' },
            { id: 3, name: 'Julia Stiles' }
          ]
        }
      }
    }
  }
]

const renderComponents = (mocks = defaultMocks) => {
  return render(
    <MockedProvider addTypename={false} mocks={mocks}>
      <Users />
    </MockedProvider>
  )
}

Agora já testamos quase todos os casos possívels do componente User, faltando apenas uma situação em que a query não retorne resultados.
Se olharmos o arquivo Users.js veremos que, quando o array está vazio, o componente table não é renderizado,
esse será nosso próximo teste, então vamos lá.

Teste 04 - Não exibir a table quando o array de items estiver vazio

Nosso mock terá no seu retorno um array vazio, para simular quando filtramos por algo e a description não é encontrada no back-end.
Nesse caso, filtraremos pelo data-testid da table e será necessário que ele não exista no componente. Vamos ao teste

import React from 'react'
import { render, fireEvent, waitFor } from '@testing-library/react'
import { MockedProvider } from '@apollo/react-testing'

import Users, { query } from './Users'

describe('Tests Users', () => {
  it('should NOT should table when request not return items', async () => {
    const event = { target: { value: 'zzz' } }

    const { getByTestId, queryAllByTestId } = renderComponents();

    const input = getByTestId('input-filter-id')
    fireEvent.change(input, event) // texto do input alterado para `zzz`

    await waitFor(() => { // esperamos pela conclusão do request
    // Vemos que a quantidade de componentes com o data-testid
    // da table deve ser 0 (zero)
      expect(queryAllByTestId('table-user')).toHaveLength(0)
    })
  })
})

const defaultMocks = [
  {
    request: {
      query,
      variables: { description: 'zzz' }
    },
    result: {
      data: { users: { items: [] } }
    }
  }
]

const renderComponents = (mocks = defaultMocks) => {
  return render(
    <MockedProvider addTypename={false} mocks={mocks}>
      <Users />
    </MockedProvider>
  )
}

Dessa forma concluímos os casos de teste de graphQL,
faltando apenas simular quando ocorre erro na query, mas isso ficará para um próximo post.

Deseja ver o código que foi feito? de uma olhada no repo no github.

Qualquer dúvida, meu contato está no blog e eu adoraria auxiliar, um abraço e até a próxima.

Top comments (2)

Collapse
 
alexandreservian profile image
Alexandre Servian

Parabens pelo artigo man.

Collapse
 
jandersonconstantino profile image
Janderson Constantino Author

Obrigado

DEV has this feature:

Settings

Go to your customization settings to nudge your home feed to show content more relevant to your developer experience level. 🛠