DEV Community

loading...
Cover image for Sim, você é boa em matemática!

Sim, você é boa em matemática!

Elas Programam
Elas Programam foi criado pela engenheira Silvia Coelho para incluir mais mulheres no mercado de tecnologia, promovendo diversidade e equidade de gênero nas organizações.
Updated on ・2 min read

Esse artigo foi escrito por Silvia Coelho e Dani Clericuzi especialmente para o Elas Programam.

Um tema que SEMPRE é colocado em evidência e polêmico dentro da TI e no Elas Programam, é a “temida” matemática.

A quantidade de mulher que já inicia a frase com “sou péssima em matemática!” e usa essa barreira como impeditivo para iniciar sua jornada em TI, é enorme. Não queremos que vocês levem esse pensamento tão a sério a ponto de desistirem muito antes de começar.

Alt Text

Primeiro, quem disse que não somos boas? A gente cresce ouvindo “mulher não é boa em matemática; é coisa de homem”.

Essa crença pautada num viés de gênero faz com que as mulheres sintam-se incapazes de aprender matemática e contribui para afastar mulheres de áreas como engenharia e computação, como confirma estudo do psicólogo americano Andrew Meltzoff, Ph.D. em Oxford (confira a matéria aqui). Há outros estudos, como de Catherine Riegle-Crumb e Melissa Humphriess, da Universidade do Texas, que afirmam que ainda na escola professores tendem a avaliar as habilidades matemáticas das mulheres inferiores, independente das notas e resultados (confira a matéria aqui)

Precisamos urgente derrubar esse estereótipo de que pessoas inteligentes são homens, brancos que usam óculos e antissociais.

Como Silvia já disse:

“O que importa é não se achar incapaz porque colocaram na cabeça que são ruins de matemática. Meu, não precisa ser Einstein, né?”

A matemática está no nosso dia a dia, a gente usa muitas vezes sem nem perceber. É fundamental afastarmos a ideia de que é um bicho papão, algo a ser temido. A matemática é nossa parceira e aliada.

E mais: raciocínio lógico, pensamento computacional não é só sobre matemática. Tecnologia não é só programação, e programação não é apenas sobre matemática.

Devemos separar essa concepção de necessidade matemática atrelada a ser uma boa profissional na TI, porque muitas mulheres, desistem de trabalhar na área por causa dessa “obrigação”. Existem vários problemas pra resolver que não envolvem matemática. E programar é usar uma linguagem computacional pra resolver problemas.

Não deixe que esse medo te impeça! Temos várias histórias de mulheres que mesmo se achando péssimas em matemática, foram lá, desmistificaram esse ‘monstro’ e fazem sua carreira na TI.

E, como disse Silvia:

“Não tentar por medo de não conseguir” é o cálculo que você precisa solucionar. Se arrisque. Quebre a cara. Frustração faz parte da vida.”

Discussion (0)