DEV Community

Elas Programam
Elas Programam

Posted on • Updated on

Dicas de carreira para mulheres na TI - parte 1

Esse artigo foi escrito por Silvia Coelho e @daniclericuzi especialmente para o @elasprogramam .

Sabemos que o mercado de TI está aquecido e a demanda por profissionais só aumenta. No entanto, as empresas buscam pessoas com experiência profissional. Mas para quem está iniciando na área isso é uma grande barreira para se conseguir a primeira oportunidade. Gente, até para estágio exigem experiência.

Antes de entrar nessa questão que pode ser "hackeada" através de um portfólio atualizado, vamos começar o artigo com uma dúvida bem mais recorrente:

“Tá, comecei a estudar, já fiz alguns projetinhos, estou flertando com algumas empresas, buscando vagas mas...”

Aí começam os “MAS”, e o primeiro:

"Ah, mas a empresa pede tantos requisitos! Não atendo TODOS esses requisitos"

Reflita bem: quem você conhece que atende todos os requisitos das vagas divulgadas pelas empresas. Indo mais além: quem faz a descrição dessas vagas?

Temos uma questão a trabalhar: segundo um relatório interno da Hewlett Packard mulheres só mandam currículo quando atendem 100% dos requisitos enquanto homens com apenas 60% se candidatam às vagas sem medo de ser felizes.

Alt Text

Depois de ler esse estudo, Silvia Coelho, criadora do Elas Programam, reforça exaustivamente para que todas as mulheres mudem esse comportamento:

"Mande seu CV mesmo que você não saiba metade das coisas que são exigidas. Não tenha medo. Você não vai conquistar o seu espaço se estiver paralisada pelo medo. Estude, mantenha uma rede de apoio sólida e se arrisque. Dificilmente o emprego dos seus sonhos vai cair no seu colo se você não se movimentar e acreditar em si mesma. Não é crime, não é imoral, nem faz de você uma mentirosa, mandar CV pra vagas que você não preenche todos os requisitos."

Não à toa, o mantra do Elas Programam é:

Alt Text

Agora vamos para o outro “MAS”:

"Ah, mas a vaga pede experiência!"

Não tem experiência profissional registrada em carteira? Então, cria a experiência, use sua experiência de vida a seu favor. Em vez de se lamentar, movimente-se e crie sua experiência.

Produza conteúdo, faça trabalhos voluntários, replica um site, crie um site ou um app para uma ONG, contribua com alguma comunidade técnica, escreva um blog sobre os assuntos da área de interesse, crie um portfólio no GitHub.

alt text for accessibility

No próximo artigo vamos dar dicas de como criar esse tal de portfólio.

Discussion (1)

Collapse
patdc profile image
patdc

Maravilhoso post, como sempre. Obrigada Silvia!