loading...
Cover image for Síndrome do impostor e como ela afeta profissionais de TI
WoMakersCode

Síndrome do impostor e como ela afeta profissionais de TI

alliconstantino profile image Alícia Constantino Costa ・5 min read

Olá pessoas queridas, como estão? Espero que saudáveis e seguros. Hoje trago mais um post e dessa vez é sobre algo que assombra muita gente, especialmente profissionais de TI: a Síndrome do Impostor.

“Que é isso, é de comer? Vai no café? Posso usar no meu código?” – Pergunta de um profissional de TI que ficou confuso depois de ler o parágrafo acima .

Bem, se você nunca ouviu falar nisso ou se já ouviu mas não sabe exatamente o que é, vem comigo porque pode ser que você ou alguém que conheça esteja passando ou tenha passado por isso. Bora lá?

O que é Síndrome do Impostor?

Da Wikipédia, temos a seguinte definição : “A síndrome do impostor, fenômeno do impostor ou síndrome da fraude, é um fenômeno pelo qual pessoas capacitadas sofrem de uma inferioridade ilusória, achando que não são tão capacitadas assim e subestimando as próprias habilidades, chegando a acreditar que outros indivíduos menos capazes também são tão ou mais capazes do que eles.

Trazendo para a área de TI, é aquele sentimento que surge quando o seu colega de trabalho que programa desde que saiu das fraldas e parece conhecer todas as linguagens e frameworks existentes soluciona facilmente um problema que você demorou semanas para conseguir resolver. Aí você pensa: “Nossa, talvez ele seja melhor do que eu. Eu não sei nada comparado a ele. Eu nunca chegarei ao nível dele.”

Um pouco de experiência pessoal

Sim, todo mundo já pensou isso, vez ou outra. Eu principalmente.

Aliás, foi essa mesma síndrome que me deu a ideia de falar sobre isso, pois eu já passei por isso incontáveis vezes, sendo a mais recente após escrever meu primeiro artigo aqui no Womakerscode. Várias pessoas vieram me agradecer e parabenizar pelo post, e isso me deixou em um misto de gratidão e confusão, porque eu não conseguia ver o porque destas pessoas terem gostado tanto do meu artigo, na minha cabeça não fazia o menor sentido, eu não entendia como eu havia feito algo que havia sido bom o suficiente para causar aquele tipo de reação, afinal eu não sou nenhuma profissional da escrita.

Mesmo escrevendo há anos, eu não acreditava que era boa o suficiente para escrever algo que outras pessoas gostassem.Um exemplo clássico de Síndrome do Impostor.

Alguns dados e um monte de números
Quando eu decidi escrever sobre isso comecei a fazer uma pesquisa, para saber como exatamente esta síndrome afetava outras pessoas, principalmente mulheres e profissionais de TI.
Eis o que eu descobri:

  • De acordo com um estudo de 2011 publicado no International Journal of Behavioral Science, 70% dos profissionais entrevistados sofriam de Síndrome do Impostor.
  • É mais frequente em pessoas com baixa autoestima.
  • Pode levar a ou acentuar problemas psicológicos como ansiedade e depressão.
  • É mais frequente em mulheres devido a área de TI hoje ser predominante masculina e por isso há muito machismo, sendo esta síndrome uma consequência desse tipo de comportamento.

alt text

Pois é, eu também fiquei muito surpresa com todos esses dados. Mas, eu ainda não estava satisfeita, então resolvi enviar em alguns grupos que participo com mulheres na área de TI um formulário que continha as seguintes perguntas:

  • Nome e idade
  • Você sabe o que é Síndrome do Impostor?
  • Você já passou por isso?
  • Se sim, pode contar como foi?
  • Você trabalha na área de TI?
  • Se sim, há quanto tempo?

Deixei rolando esse formulário por alguns dias e as respostas foram chocantes, a maioria disse que já havia tido problemas provocados pela Síndrome do Impostor, que havia perdido oportunidades ou deixado de fazer coisas por conta desta síndrome, e como mulher na área de TI, foi muito preocupante saber disso, então um dos meus objetivos com esse artigo é fazer com que as pessoas entendam mais sobre esse problema e possam não somente se ajudar mas ajudar outros ao seu redor.

Como superar a Síndrome do Impostor

“Tá Ali, você falou bastante, mas como eu me livro dessa síndrome?”

Então, após quase revirar a internet de cabeça pra baixo eu encontrei algumas dicas que eu acredito podem ajudar quem sofre desse problema. Aqui estão elas:

-Lembre - se de que o outro também é humano, e portanto, não é perfeito

Ou seja, por mais que aos seus olhos aquele colega de trabalho também parece um deus inabalável, entenda que assim como você ele também comete erros e que ele não sabe de tudo, por mais que pareça o contrário.

-Entenda que cada um de nós aprende de formas e velocidades diferentes

Sim, aquele seu colega sabe muito sobre um determinado assunto, mas você já parou para pensar quanto tempo ele deve gasto para aprender esse assunto ou como ele estudou até chegar no nível de conhecimento que ele tem hoje? Talvez ele vire as madrugadas estudando e você nem saiba…

-Sim, você merece

Merece sim. Você se esforçou para isso, passou noites em claro, estudou até ficar com dor de cabeça, então todos os louros provenientes desse esforço são completamente merecidos.
Quando você se questionar se merece o elogio por um certo trabalho, lembre-se da sua trajetória, tanto profissional como pessoal, pois a segunda impacta enormemente na primeira.

-Peça ajuda

Não tem problema nenhum não saber de algo, afinal, não há um ser humano que saiba de tudo. Sério mesmo. E toda vez que você pede ajuda, tanto você como a pessoa que está te ajudando aprendem algo novo, afinal, é ensinando que se aprende.

-Busque ajuda de um profissional

Se você seguiu os passos acima e continua sendo tendo problemas por essa síndrome, então é hora de procurar ajuda especializada, e com isso quero dizer um psicólogo ou grupo de ajuda, pois assim você pode expressar seus pensamentos e sentimentos sobre esse problema em um local seguro e conseguirá superar essa síndrome.

Considerações finais
Bom pessoal, é isso por hoje. Gostaram de saber mais sobre a Síndrome do impostor? Aproveita e deixa um comentário dizendo o que achou! Até a próxima!



Fontes:
http://www.administradores.com.br/noticias/carreira/os-prejuizos-do-efeito-dunning-kruger-para-a-vidaprofissional/101366/

https://medium.com/o-elephpant-do-chap%C3%A9u-branco/shaw-einstein-e-o-mercado-de-ti-a-s%C3%ADndrome-do-impostor-e-o-suco-de-lim%C3%A3o-56381db01d70

https://medium.com/futureworksconference/58-of-tech-employees-experience-imposter-syndrome-heres-how-to-overcome-it-78172d8a2258

Posted on by:

alliconstantino profile

Alícia Constantino Costa

@alliconstantino

Estudante de Ciências da Computação com grande interesse em frontend, segurança e disseminação do conhecimento.

WoMakersCode

WoMakersCode’s mission is empower women in technology, creating meetups and workshops designed to help you achieve new hard (technical) and soft skills and take the next step in your carrer.

Discussion

markdown guide
 

Excelente artigo, parabéns, amei!