DEV Community

Cover image for Como foi fazer transição de carreira aos 27 anos - Parte II
Jeniffer Bittencourt
Jeniffer Bittencourt

Posted on • Updated on

Como foi fazer transição de carreira aos 27 anos - Parte II

Você também pode ouvir esse artigo acessando pelo Pingback

Olá! No artigo anterior contei pra vocês como foi que me descobri na programação e quais foram meus primeiros sentimentos em relação à transição de carreira (se você chegou agora e não viu o artigo anterior, pode ler a primeira parte aqui). Comentei também sobre alguns conceitos que precisei redefinir para encarar esse processo, e é sobre isso que vamos conversar hoje.

Muitas vezes certos conceitos nos acompanham desde novos e acabamos aceitando como verdade por estarmos acostumados a ouvir ou ver aquilo com frequência. Comigo também foi assim e em certo momento me vi diante de alguns desses conceitos que me travavam de dar o próximo passo na transição de carreira por achar que estava fazendo algo completamente fora do fluxo natural.

  • Como assim eu não vou seguir na mesma profissão pro resto da vida?
  • Já passei dos 25 anos, como assim vou largar tudo e recomeçar do zero agora?
  • Com certeza eu sou a única pessoa no mundo que estou querendo fazer essa loucura.

Esses foram alguns dos questionamentos que bateram na minha porta e então eu percebi que era hora de começar a rever certos conceitos pré estabelecidos que eu tinha adquirido.

Imagem de um corredor com iluminação em tons de vermelho e preto com grafites variados nas paredes das laterais e um ponto de interrogação com luz branca no final

✨ Sua carreira não precisa ser estática

Desde novos somos estimulados a escolher um caminho pra seguir com aquela famosa pergunta: O que você quer ser quando crescer? E acho que foi por aí que inconscientemente comecei a interiorizar essa ideia de ter uma profissão única por toda vida.

Mas não é bem assim que funciona, afinal, carreira não é receita de bolo né?

Existem pessoas que logo cedo descobrem no que querem trabalhar e vão seguir nessa mesma profissão por toda vida profissional, e está ótimo, pois é o caminho que elas se encontraram. Porém existem também as pessoas que demoram um pouco mais pra encontrar o seu caminho, ou que passam por caminhos diferentes ao longo da vida, e está ótimo também, pois tudo isso faz parte do processo de se encontrar profissionalmente.

Então entender que a carreira não precisa ser estática e pode mudar conforme as fases da vida e com novas experiências, fez minha mente se abrir pra um universo de possibilidades que antes estavam escondidas. E assim eu comecei a me permitir explorar novos caminhos.

✨ Você nunca vai começar completamente do zero

É claro que numa transição de carreira a gente tem que aprender muita coisa nova e que não fazia ideia, mas e o que você já aprendeu até agora? Pra onde vai?

Todo conhecimento e experiências que você já adquiriu em trabalhos anteriores, em qualquer área que seja, são seus e fazem parte da construção do profissional que você é.

E acredite em mim, eles podem te ajudar demais no início de uma nova profissão. Você só precisa realocar os conhecimentos e perceber como eles podem te ajudar numa nova jornada.

Vou dar um exemplo de duas coisas que mais me ajudam hoje em dia e que foram habilidades que adquiri na minha experiência com RH: gestão do tempo e priorização de tarefas.

Desde quando eu ainda estava estudando para entrar na área, e agora também, essas habilidades me ajudaram demais a conseguir organizar meus estudos com as outras tarefas que eu tinha, conseguindo gerenciar as atividades e manter uma rotina de estudos bacana.

✨ Seu caminho é único, não se compare

Essa talvez seja uma das coisas mais difíceis de fazer, porém também uma das mais necessárias.

É natural do ser humano se comparar com outras pessoas, é inclusive nesse processo de observação que temos inspirações e aprendemos muitas coisas. Porém é preciso perceber quando essa comparação acaba sendo prejudicial e te deixando pra baixo ou se sentindo inferior.

Precisamos aprender a acolher e aceitar nossa jornada do jeito que ela é, pois ela é única e diferente da de outras pessoas. E esse é um trabalho diário. Não é de um dia pro outro que acontece, mas quanto mais a gente entende isso, mais a gente se sente parte da nossa própria história.

Uma das coisas que aprendi com o tempo foi a transformar esse sentimento de comparação em inspiração. Toda vez que vejo alguém fazendo algo muito bom, ao invés de pensar que não sei como fazer, redireciono esse pensamento para: eu posso aprender também.

Como eu disse antes, é um trabalho de cada dia, mas vale a pena demais.

✨ Amplie sua bolha e conheça pessoas da área

Quando você começa a acompanhar e conversar com pessoas que fizeram um caminho parecido com o seu, você percebe que não é a única a buscar a transição de carreira e isso vai ajudar demais nesse processo.

Então aproveite as redes sociais e eventos, por exemplo, para conhecer pessoas da área que você quer iniciar. Pergunte mesmo, troque ideia, peça dicas, a maioria dessas pessoas estará super disponível pra te ajudar nesse processo.

Como eu disse antes, cada um tem o seu caminho próprio, mas conhecer a trajetória e as dificuldades de outras pessoas pode te ajudar a traçar seu próprio caminho.

Essa aqui talvez tenha sido uma das coisas que mais me ajudou a entender, aceitar e acolher o meu novo caminho profissional e assim ir construindo minha trajetória (que está só no começo) a cada dia.

Aproveito pra deixar aqui um convite pra quem quiser conhecer um pouquinho mais sobre minha história: conversei com o Gabs Ferreira no podcast Scuba Ponto Dev e contei mais sobre esse processo de transição até conseguir meu primeiro emprego na área.

Vale lembrar que não existe regra ou passo a passo pra você seguir quando falamos de carreira, você vai trilhar o seu próprio caminho e vai ser lindo com todas as dificuldades e alegrias que ele tiver. Esses pontos que falei aqui foram coisas que me ajudaram a encontrar meu caminho, e compartilho pois também pode ajudar mais alguém. ❤

E aí, se identificou com algum desses conceitos? Me conta aqui nos comentários =)


🎧 Bora trocar uma ideia?

Discussion (0)