DEV Community

loading...
WoMakersCode

[Dicas do VIM] Instalando o VIM / NeoVIM no Linux

ダニエリ
Subproduto do Big Bang. Forjada em Supernovas. || Product of the Big Bang, forged in Supernovas.
・1 min read

meme drake vim

print("Olá! o/")

Hoje vamos iniciar um nova série aqui no seu blog preferido de tecnologia. 😎

Vamos falar sobre o tão amado e temido (e às vezes, odiado) VIM. Será uma dica por cada post, de como usar o editor. Assim, aos pouquinhos vamos juntas perdendo o medo (além de aprender a rir dos memes sobre sair do VIM).

Como podem ver no título, vamos começar pela instalação.

Digite, no terminal

$ sudo apt install vim
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode
  • $ indica que você deve usar o usuário comum para fazer essa operação.
  • sudo serve para pedir permissões de administrador temporariamente.
  • apt do inglês, Advanced Package Tool, em português, Ferramenta de Empacotamento Avançada; é a ferramenta que nos ajuda na instalação, atualização e desinstalação de programas, entre outras funções.
  • install é o comando de instalar, indicando ao apt o que fazer.

ou

$ sudo apt install neovim
Enter fullscreen mode Exit fullscreen mode

para instalar o NeoVIM.

Eu vou optar por usar o NeoVIM, então algumas configurações podem ser um pouco diferentes, mas os comandos são os mesmos. Fiquem tranquilas quanto a isso. 😉

Discussion (4)

Collapse
eduardoklosowski profile image
Eduardo Klosowski

No Debian e derivados (Ubuntu, por exemplo) existem algumas versões diferentes do vim no repositório, que podem ser instalados pelo apt:

  • vim-tiny que é uma versão reduzida do vim.
  • vim que é a versão padrão do vim.
  • vim-nox que é a versão padrão do vim compilado com suporte interno a Lua, Perl, Python 3, Ruby e Tcl (usado pelos plugins, e não por quem estiver desenvolvendo).
  • vim-gtk que é o vim-nox junto com uma interface gráfica GTK2.
  • vim-gtk3 que é o vim-nox junto com uma interface gráfica GTK3.
  • vim-athena que é o vim-nox junto com uma interface gráfica Athena.

Assim, se for utilizar o vim, recomendo o vim-nox caso queira apenas a linha de comando, ou o vim-gtk3 se for utilizar tanto na linha de comando quanto na interface gráfica (conhecida também como gvim).

Collapse
danielle8farias profile image
ダニエリ Author

Quanta variedade! Não é a toa que esse editor tem muitos fãs. 😊
Bacana saber que tem para todos os gostos. Assim que eu puder, vou testar esse vim-nox.
Obrigada pela contribuição!

Collapse
eduardoklosowski profile image
Eduardo Klosowski

São todos o mesmo vim, o que muda (tirando as opções de interfaces gráficas) são as flags usadas na compilação, que podem ser verificadas com vim --version, onde as funcionalidades com + indicam que elas foram incluídas, e as com - as que não foram incluídas (reduzindo o tamanho do pacote).

Com essa versão será possível executar comandos do vim como: :python3 print('oi').

Collapse
tnazevedo profile image
Talita Azevedo

Amei o artigo, ficou muito top parabéns