DEV Community

loading...

AWS Fargate: Criando um servidor Node.js com Express e Docker

oieduardorabelo profile image Eduardo Rabelo ・3 min read

Meu primeiro projeto com o Node.js - que é uma engine de execução JavaScript assíncrono orientado a eventos, projetado para criar aplicativos de rede escaláveis ​​- estava construindo uma plataforma de negociação on-line em 2013. Desde então, o Node.js. é uma das minhas tecnologias favoritas. Irei mostrar nesse artigo, como utilizar Docker no seu aplicativo Node.js com Express - um framework minimalista, rápido e sem opiniões fortes - para executá-lo no AWS Fargate. O AWS Fargate deixa a execução de contêineres na nuvem muito mais fácil.

Esse artigo é um trecho do livro Rapid Docker na AWS.

Veja abaixo como criar uma imagem do Docker para um aplicativo Node.js.

Construindo a imagem do Docker

O Dockerfile é baseado na imagem oficial Node.js em Docker: node:10.16.2-stretch. Arquivos estáticos (pastas img e css) são exibidos pelo Express, bem como suas partes dinâmicas. Os seguintes detalhes são necessários para entender o Dockerfile:

  • envsubst - é usado para gerar o arquivo de configuração a partir de variáveis ​​de ambiente
  • npm ci --only=production - instala as dependências declaradas em package.json (utilizando package-lock.json, para ser mais preciso)
  • O aplicativo Express escuta na porta 8080
  • O ponto de entrada do aplicativo Express é server.js e pode ser iniciado com node server.js

Usaremos um server.js simples, um aplicativo mais completo, com certeza contém mais componentes.

No server.js:


const express = require('express');

const app = express();
app.use('/css', express.static('css'));
app.use('/img', express.static('img'));

app.get('/health-check', (req, res, next) => {
  res.sendStatus(200);
});

app.listen(8080, '0.0.0.0');

Personalização: Provavelmente, sua estrutura de pastas é diferente. Portanto, adapte as seções COPY no Dockerfile a seguir às suas necessidades.

No Dockerfile:

FROM node:10.16.2-stretch

WORKDIR /usr/src/app

ENV NODE_ENV production

# Instala o envsubst
RUN apt-get update && apt-get install -y gettext
COPY docker/custom-entrypoint /usr/local/bin/
RUN chmod u+x /usr/local/bin/custom-entrypoint
ENTRYPOINT ["custom-entrypoint"]
RUN mkdir /usr/src/app/config/

# Copia os arquivos de configuração
COPY config/*.tmp /tmp/config/

# Instala as dependências do projeto
COPY package*.json /usr/src/app/
RUN npm ci --only=production

# Copia os arquivos do projeto
COPY css /usr/src/app/css
COPY img /usr/src/app/img
COPY views /usr/src/app/views
COPY server.js /usr/src/app/

# Expõe a porta 8080 e inicia o servidor
EXPOSE 8080
CMD ["node", "server.js"]

O ponto de entrada personalizado é usado para gerar o arquivo de configuração a partir de variáveis ​​de ambiente envsubst.

Dentro de custom-entrypoint:

#!/bin/bash
set -e

echo "generating configuration files"
FILES=/tmp/config/*
for f in $FILES
do
  c=$(basename $f .tmp)
  echo "... $c"
  envsubst < $f > /usr/src/app/config/${c}
done

echo "starting $@"
exec "$@"

Em seguida, você aprenderá como testar seus contêineres e aplicativos localmente.

Testando localmente

Use o Docker Compose para executar seu aplicativo localmente. O seguinte arquivo docker-compose.yml configura o Docker Compose e inicia dois contêineres: um para Node.js e um banco de dados MySQL.


Para continuar lendo, consulte o livro Rapid Docker na AWS.

Créditos

Discussion (0)

pic
Editor guide